• Happen

O que saber sobre Comunicação Interna

Atualizado: Fev 19

Você já reparou como dentro de algumas empresa a comunicação é sempre um fator encarado como um desafio?


Durante o período de trabalho remoto, a comunicação está sendo afetada já que não temos mais o contato presencial, as rotinas de trabalho, ou até mesmo aquele momento de descontração em que a equipe se reunia na hora do almoço, cafezinho ou pós expediente. Pois todos esses momentos de contato servem para a equipe se comunicar e trocar experiências.


A comunicação engloba todas as formas que usamos para expressar ideias. Sem ela não conseguiríamos ter evoluído como espécie e superado todos os desafios da humanidade. Conforme o tempo foi passando a comunicação entre os seres humanos também foi se desenvolvendo, hoje utilizamos de mecanismos que facilitam a nossa interação, de forma instantânea, mesmo estando a milhares de quilômetros de outras pessoa. Temos, por exemplo, vídeo-chamadas onde podemos além de nos comunicamos verbalmente, conseguimos ver a outra pessoa e assim compartilharmos nossos sentimentos e emoções de formas mais claras. Então porque a comunicação continua sendo a pedra no sapato para algumas empresas?



Para entendermos a gravidade do problema temos um estudo feito em 2010 com uma empresa do ramo alimentício, a executiva Elaine Bez Birolo constatou que apenas 22% dos funcionários compreendem por completo as mensagens que são passadas para eles. Essas falhas de comunicação podem gerar um comprometimento sério na execução dos projetos ocasionando prejuízos para a empresa e um péssimo clima organizacional entre seus funcionários. Por isso para uma comunicação efetiva devemos entender os tipos de comunicação empresarial que existem e suas formas e como podemos fazer para melhora-la.


Os tipos de comunicações existentes para uma empresa são:


1. Comunicação Mercadológica: É como a empresa conversa com seus seus clientes, entende suas vontades, hábitos e pode estar evoluindo seus produtos e serviços.


2. Comunicação institucional: Aqui a comunicação se da pelos os Stakeholders da empresa, posicionamento de marca e sua imagem corporativa perante o mercado.


3. Comunicação Interna: É a comunicação voltada para o fluxo de informações internas e das equipes, projetos, e objetivos estratégicos da empresa, é sobre ela que vamos conversar aqui.

Vimos que as empesas precisam trabalhar para fortalecer a comunicação interna pois ela abrange tudo que a organização quer desenvolver internamente, sejam novos produtos, projetos e até a gestão estratégica da empresa.


Para isso precisamos enxergar sempre o cenário em que estamos inseridos, com quem estamos falando e se essa pessoa entendeu o que estava sendo passado. Mas o mais importantes é que ao nos comunicarmos muitas vezes esquecemos que a pessoa que esta recebendo a mensagem não tem os mesmos pensamentos que os nossos por isso é nesse momento que acontecem os ruídos e a maior parte das comunicações se perdem.


Certo então como podemos melhorar?


Caso você tenha um momento importante em que você precisa comunicar algo para o restante da equipe, ou para apenas uma pessoa, é importante que você siga algumas dicas:

1. Conheça quem vai receber a mensagem: Isso mesmo, pode parecer óbvio mas devemos sempre parar e analisar a pessoa que estaremos nos comunicando, temos que observar como ela reage aos estímulos que estamos passando durante a nossa comunicação e se os nossos objetivos estão alinhados.


Devemos adaptar nossa forma de passar a mensagem de acordo com os perfis comportamentais da nossa equipe que vai desde características pessoais até o tipo de geração que aquele grupo está inserido. Se você quiser saber mais sobre a influência das gerações no ambiente de trabalho, clique aqui.


2. Pense em como você vai transmitir a mensagem: Já vimos que cada pessoa tem sua própria maneria de ser e devemos estar atentos aos tipos de perfis, por isso, devemos contextualizar ao máximo os nossos colegas sobre o que estamos comunicando.


3. Autoanálise: Ao comunicar-se com sua equipe analise se você cumpriu os dois últimos passos de forma correta, faça perguntas (para você e para eles) para garantir que você conseguiu passar sua mensagem de forma clara.


4. Ofereça Feedback: Feedbacks são uma ferramenta muito importante para a comunicação, então procurar oferecer e estimular os feedback positivos e construtivos entre sua equipe, assim todos estarão alinhados sobre como anda a comunicação interna. Juntamente com os feedbacks, a utilização de feedfoward é muito indicada. Se você quiser saber um pouco mais sobre a diferença entre esses conceitos, clique aqui.


Por último deixamos o que para nós da Happen é o mais importante quando falamos em comunicação: a cultura organizacional da empresa deve fornecer mecanismos para que os funcionários se sintam a vontade de se comunicarem e sejam encorajados e premiados por isso. Empresas com essa cultura de forte comunicação com processos eficiente mas não burocráticos estão lidando com a crise atual de forma muito mais tranquila do que as empresas que não tinham essa cultua de comunicação.


Isso porque, como os funcionários já se sentiam seguros e tem internalizado a cultura da boa comunicação as ferramentas do teletrabalho são apenas mais uma opção para a boa comunicação e assim o sucesso empresarial das equipes.


Quer escutar a experiência prática de uma profissional e consultora de comunicação com mais de 26 anos de carreira? Temos uma entrevista com a Ivelise Buarque. Para assistir, basta clicar aqui.


Se quiser entender mais sobre como podemos te ajudar a melhorar a comunicação interna do seu time, é só comentar ou entrar em contato através de [email protected]


-

Esse post foi uma criação do João Tompson. Ele cuida do nosso setor comercial e vai poder te ajudar com qualquer informação que precise sobre a Happen. Para conhecer um pouco mais de Tompson, é só clicar aqui.

12 visualizações

Se conecte conosco